joomla 1.6

Você está usando o shampoo certo?

É muito comum acharmos que um shampoo de ótima qualidade pode fazer maravilhas pelos nossos cabelos, mas ao usá-lo o resultado não é tão bom quanto o esperado. Ou pior, o cabelo fica pesado e sem brilho. Isso já aconteceu com você?

Pois, o problema pode estar na densidade do shampoo, que pode não ser adequado ao seu tipo de cabelo. Quer um exemplo? Existem diversas linhas de produtos que possuem a textura “leitosa”, que é ótima para cabelos normais e secos por ser mais hidratante, mas pode eventualmente agravar o problema de oleosidade em algumas pessoas que possuem os fios com essa característica.

 

 

Entretanto, isso não é uma regra geral que deve ser aplicada a todos os shampoos como afirma a dermatologista Carolina Feijó: “Não reside obrigatoriamente na textura do shampoo a sua função, e sim no tipo de ingrediente que esse contém”.

Atualmente, a diversidade de marcas e tipos de shampoos é gigantesca, sendo também ainda mais fácil o acesso aos produtos importados que fascinam aquelas que desejam ter os cabelos sempre impecáveis. Essa variedade abre espaço também para alguns erros na hora de escolher.

Buscar as marcas pela indicação de uma amiga que ficou com as madeixas incríveis com o uso de certo produto também pode ser arriscado. Pois, nem sempre um produto que é excelente para ela pode ser o ideal para o seu tipo de cabelo.

Por isso, é preciso estar atenta ao tipo e à composição do shampoo que irá limpar os fios e o couro cabeludo de forma correta e também hidratá-los de acordo com as características dos seus fios.

Existem, basicamente, três tipos de shampoos: o leitoso, o perolado e o transparente. Cada um possui propriedades específicas, sendo recomendados para diferentes tipos de cabelos. Existem também variações desses tipos, que se dividem em anti-resíduos, tratamento de cor, dois em um, e outros.

Transparente

De acordo com a dermatologista Carolina Feijó, os shampoos transparentes são bastante indicados para a limpeza dos fios e do couro cabeludo. Esse tipo geralmente é mais neutro, podendo ser totalmente sem cor ou com outras tonalidades.

O shampoo transparente pode ser usado para todos os tipos de cabelo, principalmente os oleosos, que necessitam de lavagens mais frequentes. Mas é preciso ter cuidado para não ressecá-los, cuidando sempre com a hidratação na sequência, que deve ser feita com um condicionador adequado.

É possível também usar o produto transparente para a limpeza e depois aplicar outro shampoo de textura leitosa ou perolada para tratar e hidratar os fios.

Na hora de lavar os cabelos, dependendo da necessidade, aplique uma ou duas vezes o shampoo transparente, enxaguando bem. Depois é só usar a opção de tratamento indicada para o seu tipo de cabelo e o condicionador em seguida.

Perolado ou translúcido

O shampoo perolado ou translúcido também pode ser usado diariamente, pois ele possui uma boa capacidade de limpeza, mas não igual ao transparente, e um nível intermediário de hidratação.

Esse tipo é indicado para cabelos secos, normais e de oleosidade moderada. Quem tem os cabelos muito oleosos vale uma lavagem antes de aplicar o perolado com um shampoo transparente para retirar bem o sebo e o aspecto pesado.


Leitoso

Com uma capacidade hidratante mais elevada, o shampoo leitoso é mais denso e trata os fios de forma mais completa.

Quem utiliza esse tipo com frequência, é importante usar um shampoo de limpeza (transparente) pelo menos uma vez por semana para limpar mais profundamente os fios e o couro cabeludo. Lembrando que o produto leitoso não é indicado para cabelos oleosos, pois pode deixá-los mais pesados.

Os tipos de cabelos mais beneficiados com a textura do shampoo leitoso são os secos e tingidos, principalmente quando os produtos contêm ingredientes ativos que hidratam e nutrem os fios.

“Dê preferência aos produtos que têm em sua formulação substâncias que dão força aos cabelos como pantenol, ceramidas, aloe vera, queratina e cisteína. E ativos hidratantes como óleo de argan”, indica a dermatologista Carolina Feijó.

Anti-resíduos

Os shampoos anti-resíduos fazem parte daqueles de textura transparente, sendo indicado para o uso esporádico para a limpeza profunda dos cabelos. Esse tipo deve ser usado no máximo uma vez por semana por quem tem os cabelos oleosos. Para os outros tipos de fios, como os normais e mistos, o indicado é que se use a cada 15 dias. Os cabelos secos podem ser prejudicados com o uso do anti-resíduos, pois os seus ingredientes ativos de limpeza e o pH alcalino podem deixa-los ainda mais ressecados.

Dicas

Os cabelos merecem cuidados especiais e saber escolher o shampoo certo já é um grande passo para deixá-los sempre bonitos. A dermatologista Carolina Feijó tem mais algumas dicas para as madeixas ficarem sempre bem tratadas:

  • Diminuir a temperatura da água para enxaguar os cabelos;
  • Evitar condicionador na raiz;
  • Evitar dormir de cabelos molhados;
  • Evitar usar muito o secador de cabelos, principalmente sob tração, como as escovas;
  • Controlar o uso da chapinha.

Fonte:http://todaela.uol.com.br